::Tarefa 2::Tarefa 3::Tarefa 4::Tarefa 5::

Tarefa 1


No capítulo PARA UMA CULTURA DAS DIFERENÇAS, o autor Lino de Macedo aborda dois conceitos fundamentais: semelhanças e diferenças.

A partir da leitura realizada, registrar a interpretação do autor refente aos conceitos de semelhanças e diferenças:
external image viajando.gif

Imagem em http://www.futurekids.com.br/imagens/viajando.gif

::Tarefa proposta em 08/06/06::


Para inserir seus registros, clique em EDIT; faça suas considerações, lembrando de colocar seu nome e a DATA; salve clicando em SAVE.

Basicamente as semelhanças são caracterizadas pela classificação,agrupando os iguais de uma maneira natural e generalizada.Mas quando se fala em diferenças,estas são individualizadas,considerando as formas de pensar,agir e também nas posições sociais,gerando a exclusão.
Gilse ( Tancredo) e Eloi.

Segundo o autor, Semelhança possibilita a organização do conhecido, é tudo que é geral, comum, regular, conceitual, equivalente, é a referência comum. Diferença é a forma de organizar as coisas quanto a dimensão desconhecida, quando só percebemos por fragmentos, por partes, por pistas, não reconhecendo-as por inteiro. O conhecimento como semelhança só se complementa pela diferença.
Márcia e Zelia

O escritor faz referencia as semelhanças com algo que faz parte de tudo que conhecemos, temos como algo em comum como mesmo grupo, onde ninguém é diferente de ninguém, tudo que faz parte da mesma forma de pensar. "É uma forma de organizar as coisas pelo conhecido".
Já as diferenças é uma forma de organizar as coisas que não conhecemos e não conseguimos encaixar, tem função de algo que não faz parte do mesmo mundo que se vive, que não está incluído dentro do mesmo grupo ou situação.
Stela e Rosa

PARA O AUTOR SEMELHANÇAS SÃO ALGO CONHECIDO, TORNA AS COISAS AGRUPADAS, COM MESMA PROPRIEDADE E MESMA CARACTERÍSTICA. AS SEMELHANÇAS ELIMINAM A DIVERSIDADE E A SINGULARIDADE DAS COISAS. COM RELAÇÃO AS DIFERENÇAS , PARTE PARA O DESCONHECIDO. TUDO AQUILO QUE ESTÁ ENTRE NÓS E DENTRO DE NÓS, QUE NÃO RECONHECEMOS E NÃO SABEMOS LIDAR,PODENDO GERAR CONFLITO.
LUCIANE E YARA.

Tarefa 1

Para Lino de Macedo, semelhança é a organização do conhecido, quer dizer encaixar, classificar (conceito, ponto de vista ou sentimento); agrupar pelas mesmas propriedades ou mesmas características; reunir o que é comum ao critério e/ou equivalente; o que elimina a diversidade e a singularidade das coisas. Diferença: é a dimensão desconhecida, daquilo que está entre nós e dentro de nós, mas que não reconhecemos ou não sabemos como encaixar. Diferença é divergir, opor, dispersar, separar, afastar, contrariar...

Cati e Rosângela

Leandro e Dani: Segundo o autor, semelhança quer dizer encaixar, classificar , reduzir as coisas ao conhecido para nós, obedecendo um critério externo, excluíndo o que não serve. Diferença tem a ver com a singularidade e ao mesmo tempo com a diversidade, são coisas que não se encaixam, ou seja, idéia de fragmentos.

SEMELHANÇAs
Segundo o autor a função cognitiva da semelhança quer dizer: encaixar, classificar um conceito, um ponto de vista ou sentimento, pela lógica das classes e pela lógica dos conceitos, pagando um preço que é a redução das coisas ao conhecido para nós. A lógica das classes opera pela reunião do que é comum ao critério, eliminando a diversidade e a singulariedade das coisas. No nosso cotidiano deparamos com o diferente, e o colocamos junto com semelhantes .

DIFERENÇAS
A diferença é uma forma de organizar as coisas que estão dentro de nós, mas não sabemos como encaixar ou não conseguimos aprender por inteiro e sim fragmentos, sendo que os sonhos, o esquecimento são exemplos de coisas que fazem diferenças
Jussara Biasuz


SEMELHANÇAS: É possibilitar-nos a organização do conhecido, pela reunião do que é comum ao critério, redução do particular ao geral e características gerais esquecidas, visto que estas podem nos ameaçarem por serem desconhecidas. Salientamos que o conhecimento só se completa pela diferença.
DIFERENÇAS: É classificar aquilo que está entre nós e dentro de nós e que ainda não reconhecemos, deixando-nos desconfortáveis, ansiosos e inseguros.
Geovana e Maria Izabel

Ninguém é totalmente semelhante ou diferente. Na multiplicidade relacional em que eu me defino por aquilo em que o outro me completa nesta relação, portanto, naquilo que está entre nós. Por isso semelhanças e diferenças se complementam. As semelhanças te permitem classificar, conhecer, partir daquilo que é conhecido; mas as diferenças te fazem ir além, ao desconhecido. Te fazem criar e buscar outros parâmetros, outras fórmulas e outras formas de ver o diferente, pois o singular não te dá receitas prontas de como agir ou sentir. Se faz necessário aprender. Por isso, acho que esta frase é tão usada: " aprender com as diferenças" (agora entendemos).
Suzete Simone e Janete

Semelhança: quer dizer encaixar, classificar; o que não serve é excluído; elimina a diversidade e a singularidade das coisas.
Diferença: é uma forma de organizar as coisas quanto à sua dimensão desconhecida, é aquilo que não se encaixa.
O autor coloca que, se aceitarmos e olharmos o diferente de maneira mais aprofundada vamos perceber que num primeiro instante o diferente poderá ser bom e.
Quando este for inserido num grupo com um olhar mais aberto, apesar da diferença, também poderemos perceber seu valor.
É possível assim, encontrarmos novos caminhos mas, para isso, precisamos compreender e aceitar o diferente.

Gilse Boss e Izamara Monteiro
Todos somos diferentes porisso mesmo somos iguais..

Para Lino de Macedo, semelhança é uma forma de agrupar elementos, facilitando o trabalho. Já a diferença é o oposto, é quando não se encontra algo em comum para esta classificação e nos sentimos perdidos para lidar com a situação. Roseli e Karen


O autor refere-se a semelhança por tudo aquilo que é classificável, mensurável e conhecido, elimina a diversidade e a singularidade das coisas, é o esquecimento das características singulares em nome do comum.
A diferença refere-se aquilo que tem dimensão desconhecida e não sabemos onde se encaixa, não conseguimos classificar nem dominar.

Maria Olivia e Simone

Em relação a semelhança, tudo o que for característica singular, deve ser esquecida em prol do que é geral, ou comum a todos. O diferente não se encaixa. Tudo o que cai fora do controlável, do conhecido nos dá medo. As semelhanças e as diferenças são percebidas no agrupamento pela classificação, e só fazem parte de tal grupo se continuar obedecendo o critério da agrupamento.
Cinara, Daniela e Vera


Gincana Cultural tarefa 1
Conceito de Diferenças e Semelhanças
  1. Semelhança: para o autor semelhança parte da organização do conhecido, pela lógica dos conceitos, pela classificação, coloca o particular no geral, eliminando a diversidade e a singularidade das coisas
Segundo o autor, o geral, o comum, o regular, o conceitual, o equivalente, o extenso, o sim, o não e a referência comum são organizadores da lógica das semelhanças. As coordenadas nas semelhança são o múltiplo e o comum. A lógica das semelhanças é a lógica das classes.
  1. Diferenças; segundo o autor é uma forma de organizar as coisas quanto à sua dimensão desconhecida, daquilo que está entre nós e dentro de nós, mas que não reconhecemos ou não sabemos como encaixar. A diferença corresponde à idéia de que certas coisas só podem ser conhecidas por fragmentos, por partes, pelas pistas, pelas pegadas, pelos cheiros, pelos vestígios do que foram ou do que poderão ser, ou do que, sendo não podemos apreender por inteiro. As coordenadas nas diferenças são o singular e o diverso. A lógica das diferenças é a lógica das relações. (Lair e Maria Lurdes).


Semelhança é a organização do conhecido. Buscamos classificar, conceituar, reduzir as coisas ao conhecido para nós, ignorando as diferenças.
Por diferenças se entende aquilo que não se conhece ou se sabe como encaixar nas categorias que se dispõe. (Ana Claudia e Tatiana)

WEBGINCANA

TAREFA 1 -
Segundo o autor:
Semelhança é uma forma de organizar as coisas pelo conhecido e a diferença é uma forma de organizar as coisas quanto à sua dimensão desconhecida
NILVA e MADELON

Semelhanças: Encaixar, classificar o que quer que seja em termos de algo conhecido (um conceito, um ponto de vista, um sentimento). Essa forma de encaixes opera pela lógica das classes, pela lógica dos conceitos. O que não serve é excluído.
Diferenças: É uma forma de organizar as coisas quanto à sua dimensão desconhecida, daquilo que está entre nós e dentro de nós, mas que não reconhecemos ou não sabemos como encaixar. A diferença é aquilo que não se encaixa. A diferença é aquilo que não podemos apreender por inteiro.
Adriana e Marino


Segundo o autor o semelhante trata sobre o conhecido enquanto que o diferente é o desconhecido. Mas o conhecimento como semelhança só se completa ou complementa pela diferença.
Rejane e Tatiana



Tarefa1
Fátima Regina Fagundes e Ivone Brandt
A função cognitiva da Semelhança é possibilitar a organização do conhecido. Quer dizer encaixar, classificar o que quer que seja em termos de algo conhecido. É colocar o particular em um geral. O que gera a inclusão, negação pelo sim ou pelo não.
A Diferença é a dimensão desconhecida, fragmentada por partes, pelas pistas pelos cheiros, pelas pegadas e que não podemos apreender por inteiro. É tudo que cai fora do controlável.

"SEMELHANÇA É A FORMA DE ORGANIZAR AS COISAS PELO CONHECIDO, A DIFERENÇA É UMA FORMA DE ORGANIZAR QUANTO À SUA DIMENSÃO DESCONHECIDA".

SEMELHANÇAS

DIFERENÇAS

ALGO CONHECIDO;

ENCAIXE LÓGICO DAS CLASSES;

OPERA PELA ABSTRAÇÃO: COMUM AO CRITÉRIO;

EQUIVALENTES E SUBSTITUÍVEIS ENTRE SI;
IGNORA O SINGULARIDADE E A DIVERSIDADE DAS COISAS;

ALGO DESCONHECIDO;
AQUILO QUE NÃO SE ENCAIXA;
SÓ PODEMOS ABSTRAIR PELAS INTERFÊNCIAS;
DIFERENÇA
SINGULARIDADE
DIVERSIDADE;


ELISABETE E VANIA – QUINTA/ TARDE

Semelhanças: Possibilita a organização do que é conhecido, opera pela lógica das classes e dos conceitos.
Diferenças: Organiza as coisas quanto à sua dimensão desconhecida; que não se encaixa.
Marli e Mônica

Segundo o autor semelhanças é a reunião do que é comum ao critério, o que pode ser afirmado ou classificado em sua perspectiva, ou seja, o geral e o regular.
A semelhança só se completa e se complementa pela diferença. Então, conforme o autor, diferenças é aquilo que não se encaixa, tudo o que cai fora do classificável.
Sendo assim, as coordenadas nas semelhanças são o múltiplo e o comum, nas diferenças são o singular e o diverso.
Pati V. e Rosana


Segundo Lino de Macedo, semelhança é o padrão e diferença é a exceção, ou seja, tudo aquilo que é conhecido possui características que se assemelham, já o desconhecido, não reconhecemos.
Ivanete e Roges

Entendemos que o autor cita as semelhanças e diferenças como contrapontos naquilo que acreditamos ou não, a maneira como encaramos tudo que está de forma organizada ou não, nos levando a desafios ou ao comodismo. Tudo isto nos desestrutura de forma a muitas vezes não enfrentarmos o desconhecido ( diferenças ) indiferente de ser negativas ou positivas.
Angela e Adilson



O autor refere-se a semelhança como uma forma de organizar as coisas pelo conhecido. A diferença como uma forma de organizar as coisas pela sua dimensão desconhecida.Coisas que fazem a diferença: os sonhos, o esquecimento, o que cai fora do controlável, do classificável e do dominável que está dentro de nós.
Elsy e Patricia – Noite – 09.06.06


Segundo o autor semelhanças são as possibilidades de organização do conhecimento e diferenças é a forma de organizar as coisas quanto a sua dimensão.
Rosinéte e Kiki


Para o autor Lino de Macedo as semelhanças ocorrem quando o particular encontra-se em âmbito maior ao encontro do conhecido. São as equivalências eliminando as divergências e as singularidades.
As diferenças no sentido de inferência e tem a ver com singularidade e diversidade ao mesmo tempo.
As semelhanças e diferenças dependem de espaço e lugar, bem como também da multiplicidade de relações num universo de possibilidades que ainda tem que ser muito estudado para se desvendado e acontecer a nível prático sem danos.
Fátima Grochot 17.06.06

Segundo Lino de Macedo, SEMELHANÇAS

- reunião do que é comum ao critério
- substituição ou redução do particular ao geral
- é uma forma de organizar as coisas pelo conhecido
- lógica das classes
DIFERENÇAS
- singularidade com diversidade
- é uma forma de organizar as coisas pelo desconhecido
- lógica das relações (Grupo: Ed. Infantil)

Segundo Lino de Macedo, semelhança é uma forma de organizar as coisas pelo conhecido.Reunem-se as coisas de acordo com um critério comum, esquecendo sua singularidade. É o múltiplo e o comum.
Já diferença é uma forma de organizar as coisas de uma forma desconhecida daquilo que está entre nós e dentro de nós, mas que não reconhecemos ou não sabemos como encaixar. Na diferença os conhecimentos são fragmentados, cai fora do controlável, do dominável. Relaciona-se a sentimentos negativos e ameaçadores. É o singular e o diverso.
grupo: Adriana S., Adriana Z., Marinês, Ana Margarida e Tere.


Semelhanças ;organização do conhecido através de um critério externo.Diante de algo particular, diferente ou não, buscamos classificar, conceituar, colocar o particular em um geral, pelo menos já conhecido.
Diferenças:tudo aquilo que não se encaixa, está fora do classificável,usa a lógica da relação,
A classificação está para a semelhança.assim como a diferença está para a inferencia.
Raquel M, Neci, Gislaine, Catia R., Luana, Carla